Documentário ‘Tabanka ka ta kaba’ na 3ª Mostra Internacional de Património Cultural Imaterial

Foto: IPC

O documentário “Tabanka Ka Ta Kaba”  do antropólogo visual cabo-verdiano Carlos Alberto Barbosa, foi selecionado para integrar a III Amostra Internacional de Obras Audiovisuais sobre Património Cultural Imaterial, que decorre este ano, no México.

Segundo o Instituto do Património Cultural (IPC), o documentário cabo-verdiano é o primeiro a marcar presença neste festival.

“Trata-se de uma oportunidade de internacionalização da tabanca, património cultural imaterial nacional desde agosto de 2019, estando o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas a trabalhar no processo de candidatura do mesmo a Património Cultural Imaterial da Humanidade”, refere o IPC em comunicado.

Amostra Internacional de Obras Audiovisuais sobre Património Cultural Imaterial, surgiu com o objetivo de criar um espaço internacional onde se exibe uma seleção de obras audiovisuais relacionadas com o Património Cultural Imaterial, tendo como foco: Fortalecer as políticas culturais, incentivar a criatividade e dar a conhecer obras audiovisuais de todo mundo. 

Carlos Alberto Barbosa realizou o seu primeiro documentário “As festividades de São João Baptista – Ilha da Brava” em 2012, mas foi com “Tabanka ka ta kaba” (2017), que o mestre em antropologia visual pela Universidade de Barcelona, se inscreveu nesta Amostra Internacional.

O evento acontece entre 25 e 28 de Março, no México. Assista abaixo o trailer do documentário:

Artigos Relacionados

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.